Rádio Cidade - Digital - Rio de Janeiro
No Ar
Carregando...
Escutar a Rádio
Estúdio Ao Vivo

BLOG DA CIDADE

24 de Novembro de 2016
25 anos sem Freddie Mercury; relembre os melhores momentos da eterna voz do Queen

O dia 24 de novembro tinha tudo para ser mais um dia comum, se não fosse a morte de um dos mais aclamados artistas de rock dos anos 70 e 80: Freddie Mercury. O cantor, que junto ao guitarrista Brian May, deram o primeiro passo rumo ao estrelato originando o Queen, nos deixou há 25 anos.

Além de uma carreira musical brilhante e um talento que não se discute, Freddie trouxe ao público um novo formato para ter o sonhado destaque no cenário musical. O curso que fazia entre o rock e a ópera, não apenas com a voz, mas com o ritmo de suas músicas, definiam a personalidade forte da banda. Não à toa, Mercury é considerado, segundo a Rolling Stone, o décimo oitavo maior cantor de todos os tempos. E é em função de toda essa importância no mundo Rock, que a Rádio Cidade compilou alguns dos momentos mais importantes da carreira deste ícone. Confira:

Em 1975, o Queen já havia lançado três discos e emplacado alguns sucessos. Mas a receita para que, de fato, houvesse o boom na carreira dos caras, estava no rock com guitarras distorcidas, um som que transitasse pelo hard rock e o heavy metal além de, claro, a potente voz do vocalista. E isso nós encontramos no quarto álbum do grupo: "A Night at the Opera". O disco foi o principal fator que levou a banda ao rol dos rockstars. Destaque para "Bohemian Rhapsody", single de maior sucesso da banda.



Outro momento inesquecível na carreira de Freddie foi o lançamento do álbum "The Works", de 1984, e o single de maior sucesso do trabalho, o "I Want to Break Free". Seu clipe é amplamente conhecido, já que os integrantes da banda estão caracterizados como mulheres, uma ideia proposta pelo baterista Roger Taylor. Muito embora o vídeo da canção seja um tanto quanto inusitado devido aos figurinos, John Deacon, baixista da banda e compositor do single, declarou que o que tentou, na verdade, foi fazer um desabafo, já que ele era o único integrante que não atuava nos vocais da banda. E mesmo com censura de algumas emissoras americanas, a canção tornou-se uma explosão na década de 80.



O que falar sobre o Live Aid, em 1985? O evento que reuniu grandes estrelas do rock em prol da campanha de ajuda à crianças da África contou também com a apresentação do Queen. E o resultado foi essa lindeza abaixo:



Ainda no mesmo ano, aconteceu a primeira edição do Rock in Rio. E entre as atrações do line up, o público pode se emocionar com a icônica apresentação do Queen. As duas noites do shows liderados por Freddie Mercury nunca sairá da memória dos brasileiros que estiveram na Cidade do Rock. O momento auge foi quando a plateia de 250 mil pessoas cantou em uníssono a canção "Love of My Life". Em comemoração aos 30 anos do evento, o grupo veio ao Brasil no ano passado repaginado, é claro. Mesmo com nosso ilustre Freddie ausente, Adam Lambert esteve a frente do projeto intitulado Queen + Adam Lambert, onde o público pôde ouvir os maiores sucessos da banda, além de ter sido uma forma de homenagem ao show épico de 85.





O The Freddie Mercury Tribute Concert foi, sem dúvidas, um dos maiores tributos já realizados para homenagear a voz do Queen. Entre os artistas que se apresentaram estavam Metallica, Guns N’ Roses, Elton John, U2, Led Zeppelin, David Bowie, Extreme, George Michael, Annie Lennox e Seal. Mais de 70 mil pessoas assistiram à homenagem no estádio e outras tantas, de vários lugares do mundo, acompanharam os shows pela televisão.

Por fim, Freddie Mercury se foi, mas deixou um legado de boas canções, performance e amor aos seus fãs. 

Por Magda Pinheiro [Nov/2016]


OUTRAS MATÉRIAS

COMENTÁRIOS